"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

11/11/2020 13:58 - Artigo: Eleições 2020 - Fique de olho nos candidatos (as)!

Dia 15 de novembro, acontecerão as Eleições Municipais de 2020, que, foram adiadas do mês de outubro para o mês de novembro, por causa da pandemia da COVID-19. 
 
Durante os últimos 60 dias, convivemos com as campanhas e os pedidos de votos para prefeitos (as) e vereadores (as). Somente, em Campo Grande, são 14 candidatos (as) a prefeito (a) e 776, a vereadores (as). Esse cenário, de muitas candidaturas e partidos políticos, se repetem em todo o Estado. 
 
Para escolher em quem vamos votar, devemos ter sempre em mente, que ninguém é perfeito, mas, devemos (a) observar critérios importantes para orientar em quem vamos depositar o voto. 
 
Um candidato, ao pedir nosso voto, não vem só com sorrisos e abraços (agora, nem podem, por causa da pandemia), ele vem, também, com interesses que podem ser iguais ao do povo ou pode ser interesse pessoal de arrumar a sua vida. 
 
Portanto, é muito importante conhecer a história do (a) candidato (a). 
1. Quem ele é? 
2. O que propõe? 
3. O que já fez? 
4. Tem o apoio de quem? 
5. De que partido é? 
6. Participa da vida e dos problemas da população? Ou só aparece para pedir votos? 
7. Dos grandes momentos da vida da cidade e do País de que lado ele esteve? 
 
Essas são perguntas que temos que fazer e buscar respostas sinceras. Se alguém quer nosso voto, temos que saber se o seu interesse é para o bem de todos ou em benefício próprio. 
 
Olho vivo, também, em quem pede votos em troca de favores, presentes, ou até mesmo de dinheiro. Se alguém está disposto a pagar pelo seu voto pode ter certeza que a conta será cobrada mais tarde, com juros muito altos. 
 
Não basta ser bonzinho, simpático, falar bem, se dizer democrático. É preciso ter, de fato e não de mentirinha, compromisso com os trabalhadores e trabalhadoras. Afinal, somos a maioria da população. Temos, portanto, condições de eleger quem realmente governa levando em conta os interesses do povo, e não somente, os interesses das elites. 
 
Outra coisa que conta, é o trabalho realizado, redes sociais não ganham eleição. Segundo o Sociólogo Daniel Miranda, hoje, em artigo publicado no Correio do Estado: “as redes sociais sozinhas não definem o resultado político das eleições. As redes sociais podem ter um grande peso, afirma. Porém, o que contará é mostrar nelas o trabalho realizado anteriormente para convencer os eleitores”. 
 
Não tenha medo de analisar a vida dos candidatos, sua história e seu passado; e, a dos partidos políticos. Avalie, partidos e candidatos, sejam eles professores, operários, trabalhadores rurais, médicos, advogados, etc., o importante é escolher quem realmente tem compromisso com você e com a sua cidade.
 
Vote em candidato (a) que:
1. Você conhece e confia!
2. Tem ficha limpa!
3. Tem trabalho prestado!
4. Tem propostas concretas!
5. Defende os direitos de todos trabalhadores (as)!
6. Defende a educação, a saúde, a segurança, a agricultura e os serviços públicos!
7. Ama a sua cidade a sua gente!
 
Guarde, medite, deve divulgue aos amigos. Vote consciente.
 
 
Sueli Veiga Melo 
Campo Grande, 10 de novembro de 2020
 
Fontes: 
Site da CUT – Central Única dos Trabalhadores (as).
Site da CCNTE – Confederação Nacional dos Trabalhadores (as) em Educação. 
Texto elaborado com base em um material publicado, uma série de tipo folders, por alguma instituição ligada à Igreja Católica, há vários anos. Não tenho mais a fonte correta.
Imagem: site canva.com

Sueli Veiga - Vice-Presidenta da FETEMS