"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

02/12/2019 10:17 - Presidente da FETEMS, Professor Jaime Teixeira e diretores da FETEMS participam do Seminário da Educação do Campo, na UFMS

O Presidente da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Professor Jaime Teixeira, Luiz Carlos Valejo (Secretário dos Trabalhadores na Educação no Campo da FETEMS) e Onivan Correa (Secretário de Formação Sindical da FETEMS) participaram do Seminário da Educação do Campo, na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), que foi realizado entre os dias 28 e 30 de novembro.

“A Educação no Campo tem muito ainda que se desenvolver, pois falta políticas educacionais e há dificuldades para as crianças e jovens desse meio, que procuram adquirir conhecimentos. O Seminário é de fundamental importância para debatermos as práticas e as organizações”, pontuou o Presidente da FETEMS, Professor Jaime Teixeira.
“O debate da Educação do Campo é essencial para repensarmos o papel que a Educação desempenha para construirmos um campo sustentável, solidário e organizado. O Seminário da Educação do Campo é momento de defender as licenciaturas em educação do campo, fortalecer a prática pedagógica e a permanência do povo no campo com políticas públicas e a atenção do poder público. Nesse sentido, a FETEMS, os Movimentos Sociais e as Pastorais Sociais estão unidos em defesa de um projeto camponês que promova a solidariedade, a organização e a união das comunidades”, enfatiza o Professor Onivan Correa (Secretário de Formação Sindical da FETEMS e do Conselho da Comissão Pastoral da Terra/CPT).
“Reafirmamos a importância da União de todos por uma educação no Campo de qualidade juntamente com os movimentos sociais, sindicatos, federações, escolas públicas, universidades e sociedade em geral. Rechaçamos a implantação de projetos como o agrinho dentro das escolas do campo, pois este modelo de produção a base de venenos, visando a individualidade, não é o que defendemos”, disse Luiz Carlos Valejo (Secretário dos Trabalhadores na Educação no Campo da FETEMS).

Assessoria